“Louvores a Deus por estar teu coração dedicado a Sua comemoração, tua alma iluminada por Suas boas-novas, e por estares absorto em oração. O estado de oração é a melhor das condições...”

— ‘Abdu’l-Bahá

Serviço e adoração estão no âmago do padrão da vida comunitária que os bahá’ís ao redor do mundo estão tentando trazer à existência. Eles são dois elementos distintos, porém inseparáveis, que impulsionam a vida da comunidade. ‘Abdu’l-Bahá escreve que “Sucesso e prosperidade dependem do serviço e adoração a Deus”.

A oração é parte integrante da vida bahá’í, seja no nível do indivíduo, da comunidade, ou das instituições. Os bahá’ís repetidamente dirigem seu coração a Deus em oração ao longo do dia — implorando Sua assistência, suplicando-Lhe em prol dos entes queridos, oferecendo louvor e gratidão, e buscando confirmação e orientação divinas. Além disso, reuniões de consulta e outras em que os amigos se reúnem para iniciar algum projeto geralmente começam e terminam com orações.

Os bahá’ís realizam também reuniões em que eles e outros amigos se reúnem em oração, frequentemente nos lares uns dos outros. Reuniões devocionais como essas servem para despertar suscetibilidades espirituais nos participantes e, juntamente com atos de serviço que eles praticam, conduzem a um padrão de vida comunitária infundida com o espírito de devoção e focada na concretização de prosperidade espiritual e material.

A integração de devoção e serviço encontra expressão na instituição do Mashriqu’l-Adhkár. A estrutura abrange um edifício central que forma o ponto focal de adoração numa área geográfica, e dependências dedicadas à promoção da educação, saúde e outros serviços relacionados ao progresso social e econômico da comunidade. Embora existam apenas poucos Mashriqu’l-Adhkár no mundo hoje, as sementes de seu derradeiro estabelecimento estão sendo plantadas em um crescente número de comunidades, e no futuro toda localidade se beneficiará de tal estrutura física.

Observação: