“Se amor e acordo se manifestarem numa única família, aquela família avançará, e tornar-se-á iluminada e espiritual…”

— ‘Abdu’l-Bahá

A família é o núcleo da sociedade humana. Ela provê um ambiente vital para o desenvolvimento de qualidades e capacidades louváveis. Através de seu funcionamento harmonioso e do desenvolvimento e manutenção dos laços de amor que unem seus membros, ela demonstra constantemente a verdade de que o bem-estar do indivíduo é inextricavelmente ligado ao progresso e bem-estar de outros.

Um papel fundamental da família é criar filhos que possam assumir a responsabilidade pelo seu próprio crescimento espiritual, bem como por sua participação no avanço da civilização. ‘Abdu’l-Bahá afirma que a mãe e o pai de uma criança devem “como obrigação...empenhar-se com todo esforço para treinar filha e filho”, e os pais bahá’ís, que têm a responsabilidade fundamental de criar seus filhos, devem estar sempre atentos ao seu dever em relação a isso. Mas a educação das crianças não é somente responsabilidade dos pais. A comunidade também tem um importante papel a desempenhar e a comunidade bahá’í dá considerável atenção ao assunto. De fato, aulas abertas a todos para a educação espiritual e moral das crianças são tipicamente uma das primeiras atividades a serem adotadas pelos bahá’ís de uma localidade.

Observação: