“…a verdadeira fé não é meramente reconhecer a unidade de Deus, mas sim viver uma vida que manifeste todas as perfeições e virtudes…” –‘Abdu’l-Bahá

Devoção

Atos de devoção são inerentes à vida religiosa. Por seu intermédio, indivíduos e comunidades continuamente reforçam o laço incomparável que existe entre Deus e a humanidade. Este laço vitaliza a relação que sustenta a sociedade - entre indivíduos e entre os diversos elementos da comunidade e suas instituições.

A oração é essencial para o nosso sustento e crescimento espiritual. Por seu intermédio, podemos louvar a Deus e expressar nosso amor a Ele, bem como suplicar Sua assistência. A capacidade de meditar é uma característica distintiva do ser humano. De fato, os Escritos bahá’ís sugerem que o progresso humano seria impossível sem reflexão e contemplação. Jejum e peregrinação são dois outros atos de devoção que têm desempenhado um papel importante na vida religiosa no decorrer da história humana. O trabalho também pode ser visto como um ato de adoração, quando executado em espírito de serviço.


“Reuni-vos com a máxima alegria e companheirismo e recitai os versículos revelados pelo Senhor misericordioso. Ao fazer isso, as portas do verdadeiro conhecimento abrir-se-ão ao vosso ser interior, e então sentireis vossas almas dotadas de firmeza e vossos corações repletos de júbilo radiante.”

— Bahá’u’lláh


Explorando o assunto

Esta coletânea de páginas explora os ensinamentos bahá’ís sobre oração, meditação e jejum.

Observação: