“O caminho da vida é aquele que conduz ao conhecimento e à presença divina.” –‘Abdu’l-Bahá

A Alma Humana 

Citações

Abaixo há uma seleção de passagens dos Escritos Bahá’ís sobre o assunto da alma.

Sabe tu, em verdade, que a alma é um sinal de Deus, uma joia celestial cuja realidade os mais eruditos dos homens não conseguiram apreender e cujo mistério mente alguma, por aguçada que seja, pode esperar jamais desvendar. Entre todas as, coisas criadas, é a primeira a declarar a excelência de seu Criador, a primeira a Lhe reconhecer a glória, a aderir à Sua verdade e a primeira a curvar-se em adoração diante d'Ele. Se for fiel a Deus, refletirá a Sua Luz e a Ele, afinal, regressará. Se, porém, falhar em lealdade ao seu Criador, tornar-se-á vítima do eu e da paixão, em cujas profundidades, finalmente, mergulhará.

( Seleção dos Escritos de Bahá’u’lláh, LXXXII )

O desígnio de Deus ao criar o homem foi, e sempre será, capacitá-lo a conhecer seu Criador e atingir Sua Presença...Quem tiver reconhecido o Alvorecer da guia Divina e entrado em Sua santa corte terá se aproximado de Deus e atingido Sua Presença - uma Presença que é o verdadeiro Paraíso, e da qual as mais sublimes mansões do céu são apenas um símbolo.

( Seleção dos Escritos de Bahá’u’lláh, XXIX )

Sê veloz no caminho da santidade e entra no céu da comunhão Comigo. Purifica teu coração com o polimento do espírito e apressa-te em alcançar a corte do Altíssimo.

( As Palavras Ocultas, parte persa no. 8 )

Quando o fruto da árvore aparece e fica maduro, então sabemos que ela é perfeita; se a árvore não produz fruto, terá simplesmente crescimento inútil, sem nenhum proveito.

Quando a alma tem em si a vida do espírito, então ela produz bom fruto e se converte numa árvore Divina.

( Palestras de ‘Abdu’l-Bahá em Paris )

Neste mundo ele deve se preparar para a vida do além. Aquilo que ele necessita no mundo do Reino deve ser obtido aqui.

( ‘Abdu’l-Bahá, A Promulgação da Paz Universal )

Há uma grande necessidade em todas as partes do mundo...de uma verdadeira consciência espiritual que permeie e motive a vida das pessoa. Nenhum procedimento administrativo ou adesão a regras pode tomar o lugar dessa característica da alma, essa espiritualidade que é a essência do homem.

(De uma carta, datada de 25 de abril de 1945, escrita em nome de Shoghi Effendi a um indivíduo bahá’í)

Ó FILHO DO ESPÍRITO! Meu primeiro conselho é este: Possui um coração puro, bondoso e radiante, para que seja tua uma soberania antiga, imperecível e eterna.

( Bahá’u’lláh, As Palavras Ocultas, parte árabe no. 1 )

Ó FILHO DO ESPÍRITO! Eu te criei rico; porque te empobreces? Nobre te fiz; com o que te rebaixas? Da essência da sabedoria, Eu te concedi a existência; por que buscas iluminação de outro, senão de Mim? Da argila do amor, te moldei; como é que te ocupas com outro? Volta teu olhos a ti mesmo, a fim de que, dentro de ti, Me possas encontrar, forte, poderoso, O que subsiste por Si Próprio.

( Bahá’u’lláh, As Palavras Ocultas, parte árabe no. 13 )

A realidade do homem é o seu pensamento, não o seu corpo material. A força do pensamento e a força física são associadas. Embora o homem seja parte do reino animal, possui poder de pensamento superior a das demais criaturas.

Se o pensamento de um homem está constantemente voltado para os assuntos celestiais, então este homem tornar-se-á santo; se, ao contrário, ele não eleva seu pensamento, mas dirige-o para baixo, concentrando-se sobre as coisas deste mundo, cada vez mais se materializa até que chega a um estado pouco superior ao de um simples animal.

( Palestras de ‘Abdu’l-Bahá em Paris )

Não vos entristeçais, se, nestes dias e neste plano terreno, coisas contrárias aos vossos desejos tiverem sido ordenadas e manifestadas por Deus, pois seguramente vos esperam dias de extasiante felicidade, de deleite celestial. Mundos santos, espiritualmente gloriosos, se desvendarão diante de vossos olhos.

( Seleção dos Escritos de Bahá’u’lláh, CLIII )

Sabe tu, em verdade, que a alma do homem, se tiver seguido os caminhos de Deus, voltará, seguramente, e se associará à glória do Bem-Amado.

( Seleção dos Escritos de Bahá’u’lláh, LXXXII )

Ó FILHO DO SUPREMO! Fiz da morte a mensageira de teu júbilo. Por que lamentas? A luz, Eu a fiz derramar sobre ti o seu esplendor. Por que te ocultas diante deste esplendor?

( Bahá’u’lláh, As Palavras Ocultas, parte árabe no. 32 )

A morte oferece a todo crente confiante a taça que é a vida, em verdade. Confere júbilo e é portadora de contentamento. Concede a dádiva da vida eterna.

( Seleção dos Escritos de Bahá’u’lláh, CLXIV )

Bem-aventurada a alma que, na hora de sua separação do corpo, estiver santificada das vãs imaginações dos povos do mundo. Essa alma vive e atua segundo a Vontade de seu Criador e entra no Paraíso supremo

( Seleção dos Escritos de Bahá’u’lláh, LXXXI )

Sabe tu que, em verdade, a alma após sua separação do corpo continuará a progredir até que atinja a Presença de Deus, em uma condição e um estado que nem a revolução dos séculos e eras, nem os acasos e as vicissitudes deste mundo, poderão alterar. Durará enquanto durar o Reino de Deus - Sua soberania, Seu domínio e Seu poder. Haverá de manifestar os sinais de Deus e Seus atributos e revelar Sua benevolência e generosidade.

( Seleção dos Escritos de Bahá’u’lláh, LXXXI )

Observação: