“Assim pode cada um de vós ser como vela que emite luz, e centro de atração onde quer que pessoas se reúnam; assim, como de canteiro de flores, podem emanar de vós doces fragrâncias.” –‘Abdu’l-Bahá

Uma Vida de Generosa Doação

Assim como o propósito da vela é irradiar sua luz, a alma humana foi criada para doar generosamente. Cumprimos nosso mais elevado propósito numa vida de serviço em que oferecemos generosamente nosso tempo, energia, conhecimento e recursos financeiros.

O impulso de doar é proveniente do amor a Deus. À medida que este amor enche nossos corações, a generosidade passa a caracterizar o padrão da nossa conduta; quando servimos aos outros por amor a Deus, não somos motivados nem pela esperança de reconhecimento e recompensa, nem pelo medo de castigo. Uma vida de serviço à humanidade implica humildade e desprendimento, não interesse pessoal e ostentação.

Shoghi Effendi escreveu: “Devemos ser como uma fonte que está constantemente se esvaziando de tudo o que possui, e sendo permanentemente suprida por uma fonte invisível. Dar continuamente para o bem de nossos semelhantes, sem temer a pobreza e confiantes na infalível generosidade da Fonte de toda riqueza e todo bem eis o segredo do bem viver.


“O dar e o ser generoso são atributos Meus; bem-aventurado quem se adorna com Minhas virtudes.”

— Bahá’u’lláh


Explorando o assunto

Esta coletânea de páginas explora os ensinamentos bahá’ís sobre uma vida de generosa doação.

Observação: