“Assim pode cada um de vós ser como vela que emite luz, e centro de atração onde quer que pessoas se reúnam; assim, como de canteiro de flores, podem emanar de vós doces fragrâncias.” –‘Abdu’l-Bahá

Uma seleção introdutória de passagens dos escritos bahá’ís sobre o tema de generosa doação.

Ó FILHOS DO PÓ! Ao rico, falai dos suspiros do pobre à meia noite, para que a indiferença não o conduza ao caminho da destruição e o prive da Árvore da Riqueza. O dar e o ser generoso são atributos Meus; bem-aventurado quem se adorna com Minhas virtudes.

( Bahá’u’lláh, As Palavras Ocultas, parte persa, no. 49 )

Sê generoso na prosperidade e grato no infortúnio. Sê digno da confiança de teu próximo e dirige-lhe um olhar alegre e amável. Sê um tesouro para o pobre, um conselheiro para o rico; responde ao apelo do necessitado e preserva sagrada a tua promessa. Sê imparcial em teu juízo e cauteloso no que dizes. A ninguém trates com injustiça e mostra toda humildade a todos os homens. Sê como uma lâmpada para aqueles que andam nas trevas, sê causa de júbilo para o entristecido, um mar para o sequioso, um refúgio para o aflito, um apoio e defensor da vítima da opressão. Que a integridade e retidão distingam todos os teus atos. Sê um lar para o estranho, um bálsamo para quem sofre, uma torre de força para o fugitivo. Para o cego, deves tu ser olhos, e para os pés dos errantes, uma luz que guie. Sê um adorno para o semblante da verdade, uma coroa para a fronte da fidelidade, um pilar do templo da retidão, um alento de vida para o corpo da humanidade, uma insígnia das hostes da justiça, um luminar sobre o horizonte da virtude, um orvalho para o solo do coração humano, uma arca no oceano do conhecimento, um sol no céu da bondade, uma joia no diadema da sabedoria, uma luz radiante no firmamento de tua geração, um fruto na árvore da humildade.

( Bahá’u’lláh, Epístola ao Filho do Lobo )

E a honra e distinção do indivíduo consistem nisto, que dentre todas as multidões do mundo ele deve tornar-se uma fonte de bem-estar social. Existe alguma graça concebível maior do que esta para um indivíduo que, olhando para dentro de si mesmo, deve descobrir que pela graça confirmadora de Deus ele tornou-se a causa de paz e bem-estar, de alegria e favor ao seu semelhante?

( ‘Abdu’l-Bahá, O Segredo da Civilização Divina )

Para vós desejo distinção espiritual – isto é, deveis vos tornar eminentes e distinguidos em moral. No amor a Deus é que deveis vos distinguir de todo o resto. Deveis vos distinguir por amar a humanidade, por unidade e harmonia, por amor e justiça. Em suma, deveis vos distinguir em todas as virtudes do mundo humano – pela lealdade e sinceridade, pela justiça e fidelidade, pela firmeza e constância, pelas obras e serviços filantrópicos ao mundo humano, pelo amor a todo ser humano, pela unidade e concórdia com todas as pessoas, pela remoção dos preconceitos e a promoção da paz internacional. Finalmente, deveis vos distinguir pela iluminação celestial e a aquisição das dádivas de Deus. Desejo esta distinção para vós. Este deve ser o ponto de distinção entre vós.

( ‘Abdu’l-Bahá, A Promulgação da Paz Universal )

O mérito do homem está em serviço e virtude e não na ostentação de afluência e riqueza. Acautelai-vos para que vossas palavras sejam purificadas das vãs fantasias e dos desejos terrenos, e vossos atos estejam livres de astúcia e suspeita.

( Epístolas de Bahá’u’lláh, Lawh-i-Hikmat )

Devemos ser como uma fonte ou manancial que está continuamente se esvaziando de tudo o que tem e continuamente sendo alimentado por uma fonte invisível. Dar continuamente para o bem de nossos semelhantes, sem medo de pobreza e confiantes na infalível generosidade da Fonte de toda riqueza e todo bem – este é o segredo do bem viver.

(Shoghi Effendi, Diretrizes do Guardião)

Ó MEU SERVO! Os melhores dos homens são aqueles que ganham seu sus- tento por meio de sua vocação e despendem em benefício de si próprios e dos seus semelhantes por amor a Deus, o Senhor de todos os mundos.

( As Palavras Ocultas, parte persa, no. 82 )

Cuidai zelosamente das necessidades da era em que viveis e concentrai vossas deliberações em suas exigências e seus requisitos.

( Seleção dos Escritos de Bahá’u’lláh, CVI )

É este um tema do qual Epístolas inteiras se encarregam. É este o. inalterável mandamento de Deus, eterno no passado, eterno no futuro.

( Epístolas de Bahá’u’lláh, Lawh-i-Síyyid-i-Mihdíy-i-Dahájí )

Promovei o desenvolvimento das cidades de Deus e de Seus países e ali glorificai-O com as entoações jubilosas de Seus eleitos. Em verdade, o poder da língua edifica os corações dos homens, tal qual as mãos e outros instrumentos erguem casas e cidades.

( Bahá’u’lláh, O Kitáb-i-Aqdas )

Observação: